A Alimentação na Escola
Escola Casa da Floresta

Princípios da alimentação antroposófica

A Alimentação na Escola

A alimentação na Escola Casa da Floresta é biológica e ovo-lato-vegetariana. Alguns alimentos são produzidos nas nossas hortas, outros comprados a pequenos produtores e outros em supermercados biológicos.

Seguimos os princípios da alimentação antroposófica para a qual o cereal assume extrema importância. Deixamos de seguida um texto retirado da Biblioteca Antroposofia Virtual1 que explica sucintamente esta evidência relativa aos cereais.

O coração é luz condensada e é estimulado pela alimentação rica em luz.Rudolf Steiner

Os cereais e a sua relacção com o ser humano

Cada cereal está relacionado a um planeta, um metal, um órgão, e um dia da semana. O termo cereal provém de Ceres/Demétria (deusa grega). O cereal ajuda o ser humano a erguer-se e adquirir a posição vertical. É ele o principal componente de nossa alimentação; tanto que o pão (trigo, centeio) se tornou o alimento mais importante da civilização ocidental, o arroz, da oriental, o milho para os povos andinos, e assim por diante. Os cereais pertencem à família das Gramíneas (onde as forças do sol e da terra estão em equilíbrio). São mais de quatro mil espécies de gramíneas formando verdadeiros tapetes sobre a terra. Suas raízes se unem ao elemento mineral silício (quartzo: o portador de luz entre os minerais); e suas hastes são como raios de luz condensados, duros, resistentes às tempestades e ao vento, lembrando a força de ereção do ser humano.

A haste é a continuidade dos raios solares indo em direção ao centro da terra.Rudolf Steiner

Os cereais fazem a perfeita síntese dos hidratos de carbono; o açúcar que flui para o grão é transformado em amido. Além do amido dos grãos, no processo de amadurecimento formam-se ricas proteínas vegetais, especialmente abaixo da cutícula, e se soubermos usar os grãos de forma a não desnaturá-los pelo tratamento, então teremos como alimento a fonte mais rica em hidratos de carbono, proteínas, vitaminas e sais minerais, em equilíbrio e permeados de forças solares.

Actuação dos cereais nos seres humanos

A silícea contida em sua raiz impregna todo cereal dando-lhe força de ereção e resistência, e possibilitando o cereal captar as forças da luz. Essa qualidade do cereal serve de intenso estímulo ao sistema nervoso central e aos órgãos dos sentidos. Segundo R.Steiner2, os órgãos internos têm uma percepção mútua (que não vem à tona de nossa consciência) e é a silícea que regula essa percepção. Também a nossa pele, o órgão perceptivo que forma o limite do nosso corpo, é estimulada pela silícea. Todo metabolismo é incentivado pelos grãos de cereais. Sua alta taxa de hidrato de carbono é transformada em amido e glicose. Ao nível do sistema metabólico-motor os açúcares são muito necessários para fortalecer os músculos. A queima do açúcar produz o calor necessário para o trabalho muscular. A essência da alimentação é a ativação do organismo, e são, sobretudo os cereais, que atendem a essa necessidade: os dentes são ativados na mastigação; o peristaltismo do estômago e dos intestinos são ativados pelas películas dos cereais, que contém vitaminas, proteínas, sais e semi-celulose. Ao nível do sistema rítmico, os cereais desempenham um papel importante, fortificando o coração e o pulmão. O magnésio encontrado na película atua sobre o coração organizando os ritmos cardíacos. Também o ferro encontrado no grão em abundância é importante para o sangue e para a oxigenação. R.Steiner salientou:

O coração é luz condensada e é estimulado pela alimentação rica em luz.

TRIGO

Planeta: Sol
Metal: Ouro
Órgão: Coração
Elemento: Terra
Dia: Domingo

É considerado o mais nobre dos cereais. Tem preferência por solos ricos em cálcio e para amadurecer precisa de luz e calor. Contém quase todos os minerais, oligoelementos e vitaminas, especialmente do complexo B. O cálcio é o mineral mais abundante no trigo, dando assim uma ligação com a terra, e atuando especialmente sobre o corpo físico. É um cereal harmonizador. Sendo um grão solar atua sobre o coração, harmonizando nossas forças. Por outro lado, atua sobre os processos neuro-sensoriais, especialmente através dos minerais do complexo B das camadas periféricas. É o alimento ideal para o ‘pensador’. Atua também na parte metabólica, dando força aos nossos membros.

ARROZ

Planeta: Lua
Metal: Prata
Órgão: Cérebro, órgãos dos sentidos e pele
Elemento: Terra
Dia: Segunda-feira

Para o seu cultivo necessita de calor e luz, mas a água o protege de um endurecimento excessivo. A água, sua seiva, que está sobre a influência da lua, faz do arroz um cereal que contém em si essas forças vitalizantes. Pela profunda ligação da raiz com a água, através da ingestão de arroz, os fluidos do corpo são postos em movimento e o excesso de líquidos é eliminado. Sendo pouco ligado à terra e aos elementos minerais, o arroz tem uma ação anabolizante, atuando mais intensamente sobre o sistema metabólico-motor.

CEVADA

Planeta: Marte
Metal: Ferro
Órgão: Vesícula Biliar
Elemento: Ar
Dia: Terça-feira

A silícea é o elemento mineral mais importante que permeia o grão da cevada. No organismo humano os processos de silícea são encontrados principalmente, nos tecidos conjuntivos, tendões, discos intervertebrais e coluna. Também os encontramos na pele, que é um verdadeiro manto de silícea para nosso organismo. A percepção sensorial e a atividade pensante do nosso cérebro são estimuladas pela silícea; é o processo de luz que aí atua. Poder-se-ia dizer que a cevada é o alimento dos filósofos. Os processos de formação dos açúcares, no caso a maltose, atuam no sangue, sobre o movimento e sobre nossa musculatura. Incentivam o metabolismo, nossa esfera da ação ou volição, é o processo de calor. Em virtude desse fato, poder-se-ia dizer que a cevada também dá forças aos guerreiros.

PAINÇO

Planeta: Mercúrio
Metal: Mercúrio
Órgão: Pulmão / Bexiga
Elemento: Ar
Dia: Quarta-feira

Desenvolvendo-se em clima quente e seco, o grão interioriza um intenso processo de silícea (luz), atuando sobre a pele e o sistema neuro-sensorial. Este grão está totalmente desprovido de cálcio. Ativa o sistema metabólico pelo processo de calor interiorizado, sendo uma excelente combinação com o leite (que contém o cálcio que lhe falta). Neste caso ativa o metabolismo e o aquece por dentro. Em virtude do flúor que contém, é um bom preventivo da cárie.

CENTEIO

Planeta: Júpiter
Metal: Estanho
Órgão: Fígado
Elemento: Água
Dia: Quinta-feira

Devido ao profundo enraizamento, ao longo ciclo de amadurecimento, e ao alto teor de silícea, tem ação intensa sobre as forças plasmadoras do organismo que partem da cabeça. Essa ação mineralizante se prolonga até o esqueleto e juntas. Fornece ao ser humano a força de ereção e fortifica o tecido conjuntivo. Também atua sobre a musculatura. O centeio contem elevado teor de potássio, sendo importante a sua relação com o fígado e com a regulagem de todo metabolismo hídrico. Também para o cardíaco, que necessita de potássio, é um alimento recomendável.

AVEIA

Planeta: Vénus
Metal: Cobre
Órgão: Rim/Intestino
Elemento: Fogo
Dia: Sexta-feira

Por ser de fácil digestão é o cereal adequado para a alimentação da primeira infância. Seu alto grau de gordura (6,7g) é formado principalmente pelo ácido linólico, não ocasionando problemas relativos ao colesterol, ajudando a proteger o coração e a circulação contra a arteriosclerose. É rica em cálcio, ferro, magnésio, beneficiando assim os ossos, sangue e coração. É rica em complexo B (para o sistema nervoso) e vitamina E (para a reprodução). É o alimento dos esportistas por fortalecer a musculatura.

MILHO

Planeta: Saturno
Metal: Chumbo
Órgão: Esqueleto/Medula Óssea
Elemento: Fogo
Dia: Sábado

Quanto à estrutura, o milho é o mais terrestre dos cereais e seus produtos alimentares são pesados e ‘endurecedores’. Contém carotina (pró-vitamina A) que lhe dá a coloração amarela. Seu teor de açúcar é elevado, especialmente antes de atingir a maturidade. Por conter alto teor de hidrato de carbono o valor nutritivo do milho proporciona especialmente força muscular e resistência. Quantos aos temperamentos, o melancólico e o fleumático se beneficiariam com a aveia (fogo) e cevada (ar e luz). Os sanguíneos e coléricos, mais com o trigo e o centeio (terra e água).

Outros posts sobre Alimentação

ALIMENTACAO
blog alimentacao post post format